Testemunho José Pombo

Sabem aqueles momentos em que temos todos os caminhos à nossa frente para escolher e não sabemos de todo qual o melhor? E quando escolhemos e realmente todas as portas estão fechadas e apenas o que nos falta é a força para as abrir?

Sabem aqueles dias em que nos sentimos mais em baixo? Em que achamos que nada de mal pode acontecer, mas realmente acontece? E por sinal, são logo várias situações simultaneamente?

A mentoria é a chave para todas essas respostas. É no fundo uma orientação com base naquilo que sentimos e pensamos de modo a conseguirmos clarificar os passos seguintes a dar. É como termos um melhor amigo ao nosso lado que nos ajuda a seguir aquilo que precisamos de seguir, mas que simplesmente não sabemos.

Mas a mentoria é muito mais que isso!! Quem é que nunca quis ter um amigo para desabafar? A mentoria é esse mesmo amigo, é o espaço ideal onde podemos falar sobre o que sentimos e como o sentimos. É o local ideal para encontrar respostas para todos esses sentimentos e pensamentos.

Será isto psicologia? Não, nem pensar, é apenas uma “conversa” de modo a cativar-nos a arranjar respostas. Sim, somos nós que damos essas respostas. Somos nós que as obtemos. Todas elas partem de nós, partem de tudo o que sentimos, mas que realmente não o conseguimos fazer, não por não sermos capazes, mas sim por não sabermos que elas sempre estiveram lá.

Todas estas respostas e tomadas de consciência são encontradas na mentoria de um modo absolutamente inacreditável onde só nós, através de um trabalho fantástico da Marta, conseguimos lá chegar.

Tudo isto, alinhado com alguns momentos menos sérios, alguns momentos de brincadeira é que nos faz seguir os caminhos corretos e a sermos alguém melhor no futuro, tanto a nível profissional como a nível pessoal.

José Pombo, 27 anos